♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥.Múltiplas Impressões, a História .♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥



Depois de algum tempo pensando nesse projeto,enfim ficou pronta a nossa Revista Eletrônica: Múltiplas Impressões é o nome desse espaço que vamos compartilhar com os amigos e com quem gosta de novidades & atualidades.Nossas Múltiplas Impressões sobre vários assuntos, não têm pretensões.Apenas queremos dar vazão a essa vontade enorme de escrever...de mostrar as tantas novidades mundo afora..
Moda, decoração, beleza, atualidades, política, literatura, gastronomia, paisagismo, música , esportes e por que não futebol? Luciete e Geane, são duas amigas que se conheceram nas redes sociais, e de pronto descobriram que são almas gêmeas; tal foi a afinidade que as uniu. Nosso "Lar Doce Lar", foi construído com carinho e grande foi a empolgação com as dependências...As cores...e a decoração tomaram dias as fio...Enfim...ficou pronta....

Esperamos que gostem...e que visitem sempre!!
Um grande beijo..
Lucy e Gê

Nossa Rede de Amigos

Home » Setembro 2011
Caso Tarzan não se recicle, os filmes do futuro serão estrelados somente por Jane.



 Tudo iniciou com as I e II Guerras Mundiais em que as mulheres tiveram que assumir a posição dos homens no mercado de trabalho.
Com a consolidação do sistema capitalista no século XIX, algumas leis passaram a beneficiar as mulheres. 
Mesmo com estas conquistas algumas explorações continuaram a existir.
Através da evolução dos tempos modernos as mulheres conquistaram seu espaço.
As estatísticas apontam que há mais mulheres do que homens no Brasil.
Mostram também que elas vêm conseguindo emprego com mais facilidades e que seus rendimentos crescem a um ritmo mais acelerado que os homens.
Mesmo com todas estas evoluções da mulher no mercado de trabalho, ela ainda não está numa condição de vantagem em relação aos homens, pois continua existindo muito preconceito e discriminação, mas
Principalmente desigualdade salarial entre homens e mulheres.





    Pesquisas recentes comprovam um fenômeno que não obedece a fronteiras.
Cresce exponencialmente o número de mulheres em postos diretivos nas empresas.
Curiosamente, essa ascensão se dá em vários países, de maneira semelhante, como se houvesse um silencioso e pacífico levante de senhoras e senhoritas no sentido da inclusão qualificada no mundo do trabalho.
Segundo alguns analistas, esse processo tem origem na falência dos modelos masculinos de processo civilizatório.
Talvez seja verdade. 
Os homens, tidos como superiores, promovem guerras, realizam atentados, provocam tumultos nos estádios, destroem o meio ambiente e experimentam a aflição inconfessa de viver num mundo em que a fibra ótica substituiu o cipó.
Quando já não se necessita tanto de vigor físico para a caça, vale mais o conhecimento que permite salgar ou defumar a carne, de modo a preservá-la por mais tempo.
Enfim, caso Tarzan não se recicle, os filmes do futuro serão estrelados somente por Jane.




     No Brasil, as mulheres são 41% da força de trabalho, mas ocupam somente 24% dos cargos de gerência.
 O balanço anual da Gazeta Mercantil revela que a parcela de mulheres nos cargos executivos das 300 maiores empresas brasileiras subiu de 8%, em 1990, para 13%, em 2000.
No geral, entretanto, as mulheres brasileiras recebem, em média, o correspondente a 71% do salário dos homens.
Essa diferença é mais patente nas funções menos qualificadas.
No topo, elas quase alcançam os homens.
Os estudos mostram que no universo do trabalho as mulheres são ainda preferidas para as funções de rotina.
De cada dez pessoas afetadas pelas lesões por esforço repetitivo (LER), oito são mulheres.




Ela é muito inteligente; inteligente demais, para uma mulher. Falta-lhe o vago encanto da fraqueza. São os pés de barro que dão valor ao ouro da estátua. E os pés dela...pés mimosos...não são de argila. Passaram pelo fogo, e o fogo enrijece o que não consome.
Oscar Wilde

(esse texto foi extraído daqui http://www.icpg.com.br/artigos/rev02-05.pdf, no link citado está na íntegra e vale a pena ser totalmente lido e absorvido, maravilhosa leitura)

Beijocas carinhosas da Gê e Lucy....

Oscar de la Renta 2012 Prom Dresses Spring

Espadrille, hit 2012!

Se você quer investir em um calçado que seja a cara do verão 2012, eu diria para investir em uma Espadrille!  Mas, afinal, o que é uma Espadrille (ou Espadrilha)?! Apesar do nome francês, esse sapato surgiu na Espanha, na década de 30. E Yves Saint Laurent foi o responsável por aumentar o tamanho do solado e deixar o sapato mais feminino, isso nos anos 60. Mas apenas uma década depois virou febre.
É um sapato leve, feito de lona ou algodão, com uma sola de borracha coberta por uma corda de juta. Pode ser sem salto, com uma plataforma ou um salto anabella. Algumas ainda carregam os laços de amarrar na perna ou mesmo uma tira no tornozelo, para garantir mais sustentação e ainda mais graça ao modelo.
E como a moda é cíclica, o Espadrille voltou com força neste verão. Essa sandália pode ser usada com vestidos, shorts, saias ou mesmo calças mais curtas. O look fica bem leve, com a cara da estação.













beijokas mil.....da Lucy e da Gê *)

O Dourado está de volta!

Se você está acostumada a sentir-se surpreendida com as novas tendências de decoração, prepare-se que desta vez é sério. As últimas tendências apontam para um discreto surgir de peças com acabamento em dourado ou simplesmente com aplicação de ligeiras patinas em dourado.
O dourado merece agora um tratamento com regras bastante próprias, bem distinto dos outros acabamentos, passa ser utilizado apenas como um detalhe em destaque.
Pode ser uma mesa de apoio com um formato inusitado em dourado, ou uma cadeira de design escandinavo lacada de dourado ou mesmo uma cômoda com uma frente texturada pintada de dourado, ou seja, doses reduzidas como forma de destaque.
O mais importante de tudo é utiliza-lo com cautela, apenas em detalhes.Seja no décor ou na moda.
 
               Tem que ser um móvel ou adorno especial, no formato, ou na textura, para que o dourado funcione.
                         Um short ou apenas uma camiseta num look básico...e o efeito é surpreendente!
Se utilizar em móveis convencionais  facilmente poderá resvalar para um visual presunçoso e novo-rico, que é o apanágio do dourado como décor atual, afinal BCBG é o mote !

Tendência emergente – Tudo Chic para novos níveis de sofisticação...


Bon Chic Bon Genre.


A gente erra bastante para acertar. Do fim do século XIX até os anos 50, a moda e o mobiliário,serviam fundamentalmente para conferir status. As pessoas tinham como referência o chique, que era um modelo que a elite criava e os outros copiavam. Hoje, o contemporâneo é o chamado high-low – uma mistura do que é mais popular com uma coisa chique, para dar essa descontração, o ponto certo do negócio. Por isso é que eu acho que a patricinha está fadada à extinção. Porque ela é a representação da riqueza, daquilo que é poderoso, caro, grifado – e também daquilo que é pronto. Elas usam tudo igual: cabelo igual, jeito de falar igual, salto igual, combinações iguais. Na moda um bom exercício é a gente se olhar no espelho várias vezes, friamente, da cabeça aos pés. Observar como funciona o cabelo atrás, de lado, de perfil. Se você consegue se ver como é de fato, pode até achar vários defeitos, mas vai aprender a usar o que lhe favorece.  







 Estilo é uma coisa que você constrói todo dia....
com carinho especial 
Gê & Lucy.

Sua Casa tem a sua Cara?


Sua casa, tem a sua cara?

 "Nossa casa é um lugar vivo e dinâmico, que muda e envelhece seguindo os passos do seu dono" (Thom Filicia)

Bem...a frase de Thom Filícia fica relegada a segundo plano...quando a pessoa, naquela ânsia de decorar seu lar, contrata um profissional e mostra fotos de revistas e diz:" quero minha casa, deste jeito...quanto custa?"
Entendo que o papel do profissional é respeitar as especificações de cada família, mas e essa família, ou pelo menos aquela pessoa que resolveu "decorar" o ambiente, sabe do que gosta? ou segue somente os modismos e não consegue dar vida ao próprio lugar onde mora?
 Por isso, uma casa com a sua cara, não se compra, se constrói . e também não surge assim, de um dia para o outro, estamos sempre acrescentando e subtraindo. aquele morador que dá devida atenção aos detalhes de sua própria existência sabe que a vida e as pessoas mudam, que novas necessidades aparecem e muitas outras deixam de existir. 
Portanto não se deve levar tão 'a risca as tendências de décor.Não existe o "está usando" e "não está usando" quando se fala do nosso lar.
É certo que nem todos têm o dom de fazer a  decoração de suas casas, nada contra, procurar ajuda...desde que a sua casa...tenha a sua cara..conte a sua história..
Um grande beijo, Lucy e Gê

Spring Lookbook


O lookbook Primavera  2011 arrasa nos tons neutros e fios naturais, que aceitam ser misturados e combinados de 100 maneiras diferentes. 


♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥. W.O.R.K.S.P.A.C.E.S. ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥

♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥. W.O.R.K.S.P.A.C.E.S. ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥

♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥ .World Pink. ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥

♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥ .World Pink. ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥

Follow by Email